Engraçado é

, , No Comments
Tomar coragem o suficiente, encher o peito e tirar o medo, finalmente dizendo "Eu amo você.".
É bem engraçado esse negócio de declaração. Você toma tanta coragem, como se aquela fosse a última chance sua de ser feliz e na verdade, não é.
Amar é algo engraçado e que deveria ser levado a sério, o que dificilmente é. Eu vou ser sincera, eu poderia amar de maneira profunda. Na verdade, já amo. Amo com toda a intensidade do meu ser, com cada fibra e célula do meu corpo, mas quem eu amo não entende esse amor.
Não soube me amar de volta. É duro ouvir isso, não é mesmo? Porque sempre, e quando eu digo sempre é sempre mesmo, será nossa busca eterna encontrar alguém com quem possamos compartilhar nossa vida.
Não é uma decisão fácil. É bem dificil. Mas é algo alimentando dia após dia.
O amor é como flores que não regadas, morrem dia após dia. É como uma doença, que se não tratada, ela te leva a morte. A morte de espirto. Oh morte terrível e tão sombria.
Viver sem sua alma e espirito é ser condenado a uma terrível maldição.
É viver mas na verdade se sentir morto desde que a pessoa partiu.
Mas sabe o que é pior? É quando a pessoa não parte pra 300km de distância de você e sim quando, mesmo ao seu lado, ela não está ali.
Acho que é a pior morte. A morte silenciosa. Aquela que chega e mansinho e quando se vê, o grande amor da sua vida já não é mais que um estranho.

Não digo que seja fácil desistir de amar, não é mesmo! Mas uma relação, uma paixão, um amor é como uma corda segurada por duas pessoas. Quanto mais força você faz para manter a pessoa ao seu lado, mais você se machuca. As vezes o certo é deixar ir. Respeitar o livre arbitrio.
Se abrir a novas oportunidades. E se a pessoa voltar? Comemore! Se não voltar? Comemore também, com outras pessoas.
Saia viver, não se prenda a quem não te quis ao seu lado. Acredite nisso: quando ambos querem, tudo pode acontecer, mas só se ambos desejam na mesma intensidade.
Entenda que o problema não é o amor ou as pessoas, realmente algumas pessoas não sabem amar.
Amor é como um dom que aperfeiçoa artistas, mas nem todos nascem assim.
Postar um comentário