Chance?

, , No Comments
Sabe, andei pensando sobre o que nós conversamos aquele dia.
Você tem razão, em parte. É realmente arriscado jogar tudo pro alto e se relacionar. Mas você errou em um ponto, nós nunca saberemos se não tentarmos.
Eu sei, você precisa de tempo pra pensar, mas pensa com carinho enquanto lê isso, ok?
Eu não quero apenas alguém para chamar de meu namorado/noivo/esposo. Quero realmente amar alguém por longos dias e se possível, todos da minha vida.
Não quero alguém que segure minha mão em público e me faça sentir desejada. Quero alguém que eu possa ser eu mesma.
Não quero alguém que seja apenas alguém. Quero alguém que seja meu amigo, alguém que eu possa rir sempre, chorar, ouvir broncas e conselhos. Alguém que me faça entender porque nunca deu certo com ninguém e me faça entender também como é ser amada.
Quero alguém que não se importe em ser criança ao meu lado, e adulto o suficiente quando a vida exigir.
Alguém que não leve a vida tão a sério, mas que saiba entender responsabilidade e liberdade.
Alguém que eu possa deitar a cabeça em seu peito, ouvir suas batidas de coração e saber que essa é minha música predileta.
Alguém que me acalme no abraço, que ao eu abraçar, eu abrace meu mundo todo.
Entenda que o que me faz te desejar tanto, te querer ao meu lado é que em você eu tenho tudo isso.
Eu tenho a paz que eu preciso. A segurança. O carinho. A amizade, esse é o mais importante.
Eu não quero alguém que não seja meu amigo e não queira minha amizade acima de tudo na vida. Porque amizade é o amor eterno, aquele que nunca vai morrer, que nunca vai desaparecer. O amor fundado na amizade é verdadeiro e puro e jamais morre.

Então me diz, depois de ler tudo isso, você acha errado não nos darmos uma chance?
Deixar a paixão florescer, crescer forte e se tornar amor?
Acha mesmo que não vale a pena essa chance?
Eu sei o que você pensa e como pensa nisso.
Sei também que ficou confuso tanto quanto eu, mas pensa nisso, porque insistiu tanto tempo?
Porque acima de tudo, você nunca saiu do meu lado? Mesmo nos meus piores tormentos, quando talvez conheceste meu pior lado, não me deixou?
Isso não é insistência, não é loucura, nem mesmo uma paixãozinha. Isso é amor!

Esse, acredito eu, é o desabafo mais sincero da minha vida. Exposto bem aqui, pra quem ler, entender que eu não tenho mais dúvidas dos meus sentimentos.
Que eu quero você e só você.
Que minha mente inquieta e maluca só acha paz do seu lado.
Que minhas mãos desajeitadas só encaixam nas suas.
Que o buraco um dia feito em meu peito, se fecha e se cicatriza completo com seu coração.
Que meu braços só anseiam seu abraço.

Que de todos os sentimentos que já senti, nenhum se compara a esse.
E que ninguém olhou em meus olhos como você olhou.
Ninguém viu minha alma, meus monstros internos e ficou como você ficou.
Ninguém nunca cuidou como você me cuida.
Na verdade, ninguém poderia fazer nada disso.
Porque eles não são você.
Porque quem eu amo não são eles, é só você.


Postar um comentário