Cheiro

, , No Comments
Eu estava nervosa para encontrá-lo.  Seu gosto literário e musical eram incríveis parecia ser de cara, a pessoa perfeita.
Mas resolvi colocar os pés no chão e pensar "Não crie nada de expectativas.". Foi algo que prometi a mim mesma e funcionou.
Estava na fila de um evento com meus amigos, quando recebo sua mensagem avisando que estava por perto. Meu coração automaticamente acelerou. Eu iria finalmente conhecê-lo.
Meus amigos e eu estávamos bem animados para a noite e prometia ser divertida.
Avistei ele de longe. Sim, era como eu imaginava, exatamente.
Nos cumprimentamos e o apresentei aos meus amigos. Mais alguns minutos e entramos no lugar.
Pegamos algo para beber e encontramos uma mesa.
Sabe quando tenho um bom pressentimento sobre a pessoa? Pois bem, eu tive nisso quase que instantaneamente.
Logo a casa estava cheia, com todos dançando e se divertindo. Admito, fazia tempo que eu não fazia isso e foi tão bom! Uma sensação leve tomou conta de mim. Foi quando abri os olhos e vi seus olhos sobre mim. Seu olhar era sereno, doce e com algo a mais que não pude decifrar.
Ele colocou suas mãos sobre minha cintura e me puxou para si.
Olhei profundamente em seus olhos castanhos, quase negros. Por um segundo senti como se houvesse apenas nós dois naquele lugar.
Foi a primeira vez que me senti assim. Toda essa leveza, me fez se sentir segura, como se nada naquele momento pudesse me deixar pra baixo.
A noite passou, de certa forma rápida, mas fora divertida. Estávamos abraçados do lado de fora do estacionamento, esperando meu amigo. Ele beijou-me e me convidou para ir a sua casa. Fiquei meio receosa no começo, não queria que pensasse algo "errado" de mim? mas aí parei pra pensar, quem criou este conceito mesmo?
Abracei-o mais forte e disse que iria. Eu queria tanto aquilo, como elétrons querem se juntar aos prótons.
Uma das pessoas mais amáveis que conheci, que consegui sentir uma conexão direta e tão simples.
Quando deitamos, ele me abraçou, inspirou profundamente em minha nuca, "Que cheiro bom você tem.". Aquilo me deixou tão feliz. Dei um sorriso sem ele ver, me virei e o beijei.
Dormir em seus braço foi uma das melhores coisas daquele dia e talvez da semana.
Apenas não ganha do seu beijo de bom dia e de sua voz tão serena em meu ouvido.
Cada vez que fecho meus olhos, posso senti-lo em minha nuca, inspirando lentamente. E quando deito, a única coisa que mais desejo, são seus braço envoltos em mim.

Postar um comentário