Apocalipse Z

, , No Comments
Esqueça os livros de apocalipse zumbi que você já leu. Essa preciosidade chamada "Apocalipse Z" é totalmente diferente do que já li.
Começa pelo fato de que o escritor é espanhol. Você pode até pensar "Sério?" e eu lhe digo, é sério.
Ao contrário de todas as histórias clichês, essa aventura, esse terror pela sobrevivência se inicia na cidade de Pontevedra, na Espanha. A história se inicia na espécie de uma postagem diária num blog, algo bem diferente e comum do dia a dia. Ela não te joga de cara no universo cheio de criaturas já mortas que voltaram inexplicavelmente a vida, não.
Ela inicia num dia comum, com noticias de guerras e acontecimentos estranhos em uma determinada parte do mundo.

Este livro te envolve, te conta aos poucos como seria se nós, reles mortais e não um Rick Grimes da vida, sobreviveríamos e reagiríamos a um apocalipse.
Apocalipse Z é dividido de maneira excepcional em três livros, de maneira que é quase impossível não querer devorá-los.
Não somente o conteúdo, mas a arte dos livros são excepcionais também. Ao longo de cada livro, é explicado como o vírus se desenvolveu, como todo o apocalipse aconteceu.
Sabe qual é a melhor parte pra mim? O grande companheiro do personagem principal é um gato!
Tem um pouco de tudo nessa trilogia. Pra quem gosta de livros de ficção, é uma ótima dica.
Bem, eu vou parar por aqui, para não dar spoilers a vocês. Vou apenas deixar a sinopse para lhe dar um gostinho.

"Em uma pequena cidade espanhola, um jovem advogado leva uma vida tranquila e rotineira. Um dia, porém, começa a ouvir notícias sobre um incidente médico ocorrido em um país remoto do Cáucaso. Apesar de aparentemente corriqueiras, as notícias chamam tanto sua atenção que ele resolve registrar suas impressões em um blog. Aos poucos, o que eram apenas acontecimentos incomuns ocorridos em um país distante começam a se espalhar por toda a Europa. Em menos tempo do que poderia supor, o terror se instala. Ruas, bairros e cidades inteiras são tomados por criaturas com um comportamento assustador. Sem nunca ter visto nada parecido e completamente vidrado pela notícia, ele mal se dá conta de que, enquanto acompanha o desenrolar dos fatos de sua casa, a cidade onde mora também está sendo invadida por aquelas bizarras criaturas. Isolado, apenas com seu gato Lúculo e um vizinho, só lhe resta criar uma estratégia de fuga até conseguir encontrar outros sobreviventes. Entretanto, ao conseguir refúgio, ele logo descobrirá que a guerra está apenas começando." - Apocalipse Z, O Princípio do Fim (Manel Loureiro).



Postar um comentário