Eu deveria saber?

, , No Comments
Eu deveria estar mais do que feliz. Mas não consigo dizer isso.
Tudo bem, eu admito, você me faz muito bem. Mas tem algo errado. Tem algo me incomodando, lá no fundo, sei que não estou bem.
Pode até parecer clichê, mas o problema está em mim. O bloqueio criativo me prova que algo dentro de mim está fora do lugar. Eu não consigo pensar direito, nem ao menos processar uma ideia.
Talvez seja falta de 'ocupar a cabeça' como você disse, mas e se não for? Por que não consigo me sentir feliz? Por que não consigo apenas ir em frente, me agarrar na esperança de tudo isso, ser o que eu realmente quero?
Não sei.... Caramba, minha cabeça borbulha sem conseguir entender! É mais que complicado.
Talvez sejam as respostas que ando recebendo. Mas falta algo. Algo que não posso te afirmar o que é.
Eu tenho planos, ou melhor (de certa forma), nós temos. Eu sei, nascemos para algo, mas não sei exatamente o quê. Tudo anda confuso, ando sem assunto. Por favor, me perdoe. O problema sou eu.
Eu venho tentando, acho que você melhor que ninguém sabe. Mas não sinto a gravidade, sinto meus pés voando, a cabeça lá longe, bem longe.
Acho que a verdade é o seguinte, eu tenho medo de perder essa sensação tão boa que tenho contigo.
Não digo apenas os assuntos infinitos, ou as vezes que adormeci com seu braço em volta de mim. Digo por perder tanta coisa, e saber que uma hora ou outra, eu posso e talvez, com toda a certeza eu vá perder.
Mas eu estou arriscando muito em tudo isso. Eu acredito que tudo isso, é só uma confusão, um névoa que me impede de ver com clareza o que eu, morro de medo em admitir que sinto.
Apenas entenda que se eu pudesse, colaria em você, adormeceria todos os dias em seus braços, e daria risada das coisas mais bestas que falasse. Porque mesmo sem perceber antes, você importa, me hipnotiza. É tão real isso, que chega a doer.
Mas é a verdade que eu não conseguia ver antes, eu realmente gosto de você. Da sua risada, piadas, cuidado e trejeitos. Acho que o que mais gosto é quem sou contigo, apenas eu mesma. Não me importo com nada, exceto com teus olhos nos meus. Apenas eu e você. Apenas nós.
Postar um comentário