Aquele dia

, , No Comments
Sabe aquele típico dia em que você se recusa a sair da cama? Em que fica sentada em frente ao computador, sem inspiração, segurando sua xícara de café; enquanto aquele insistente traço pisca em sua tela?
Bem, hoje é esse dia. Eu poderia voltar para a cama e ficar lá o dia todo em posição fetal. Chorar um pouco, ver um filme triste ou sangrento e no fim do dia, dormir. Ou pelo menos tentar.
Eu estava bem há três dias atrás. Estava feliz, saltitando de alegria. Mas foi aí então que ouvi um certa frase que continuamente me mata por dentro dia após dia.
O que mais quero no momento é sanar todas as dúvidas que há em minha mente, e ouso dizer, que me tiram o sono.
Ouvi um bom conselho uma vez, alguém me disse que eu deveria expressar o que há em minha mente. Independente de achar que pensarão que sou maluca ou algo do gênero...
Eu não estou preocupada com o futuro, bem ao contrário, ele me assusta. Me assusta do fato de eu não ter certeza do que me acontece agora no presente.
Claro, eu tenho sonhado em como pode ser ele, mas... Isso não cabe a ninguém, definir o que será seu futuro. Vivemos surpresas dia após dia.
A vida é uma montanha russa eloquente. Alguns dias estamos no topo e outros, no fundo do poço.
Postar um comentário