Permita

, , No Comments
Permita-me ser a luz 

Que atravessa a tua janela pela manhã 
Que pouco a pouco invade teu quarto 
E que te desperta do teu sono. 

Permita-me ser a brisa 
Que sopra em teu rosto, 
Que te refresca e te acalma 
Numa tarde quente. 

Permita-me, mesmo que só por uma vez,  
Ser o motivo do teu sonhar. 
Permita-me ser o motivo 
De um sorriso teu enquanto dormes. 

Permita-me enxugar tuas lágrimas 
Nos momentos de teu pranto.  
Que eu seja teu afago, 
Teu ponto de descanso. 

Permita-me ser a luz 
Que te afasta da escuridão. 
Que eu possa ser teu refúgio, 
Teu escape, teu amigo. 

Permita-me ser o ombro 
Que precisas para desabafar 
Nos momentos de tua tristeza, 
Ou até de raiva.

Permita-me te abraçar 
Mesmo quando estiveres chateada comigo, ou mesmo 
Que seja um abraço sem motivo. 

Permita-me pelo menos 
Tentar te fazer feliz. 
Permita-me roubar 
Um beijo seu. 

Permita-me que o calor 
Do meu corpo seja 
O suficiente pra te aquecer 
Numa noite de frio. 

Permita-me gritar para os 
Quatro ventos o que eu sinto por você. 
Permita-me até algumas vezes 
Fazer algumas loucuras.

Permita-me ser um bobo 
Que te olhe fixamente 
Admirando sua beleza
Enquanto você acorda. 

Permita-me dizer  
Que sou apaixonado por você, 
Pelo seu sorriso, pelo seu cheiro, 
Pelo seu olhar, pelo seu beijo. 

Permita-me até te deixar
Com raiva de propósito algumas vezes 
Só pra dizer que te acho linda 
Quando você fica nervosa. 

Mas acima de tudo,
Permita-me te amar. 
Permita-me ser teu. 
Permita-me te conquistar.

*Colaboração do meu querido e amado Jaime Andrade*
Postar um comentário