Alguém

, , No Comments
Bem, vamos lá. Nunca sei como começar um desabafo. Na verdade, nunca sei ao certo falar dos sentimentos. Pelo menos não sei, quando se tratam dos meus sentimentos. Mas eu posso tentar.
Existem maneiras engraçadas e inusitadas de conhecer uma pessoa. É, a vida tem dessas.
Mas o fato é que a vida fez isso comigo. Conheci uma pessoa. Bem legal por sinal, com um bom papo e posso dizer que bom gosto musical também.
Alguém que entende meu universo, alguém que me fez se sentir em paz com seu abraço e que me surpreendeu ao segurar minha mão.
Alguém que entende bem mais que problemas técnicos, que na verdade sem saber, cuidou dos meus problemas emocionais.
Alguém que me olhou nos olhos e me fez sorrir, que fez sorrir de verdade e dar boas gargalhadas depois de um longo tempo em luto. Luto o qual eu lutava dia após dia.
Antes de conhecer essa pessoa, eu acreditava estar amando outra para qual eu até tive coragem de demonstrar e se declarar.
Eu não sei bem o que falar dessa pessoa sabe? Única coisa que sei é que ela me faz sorrir de verdade e deixa meu coração em paz, flutuando.
Esse é alguém que me faz ficar ansiosa por respostas, que me questiona na vida.
Que parece se preocupar e gosta do meu preocupar.
Eu me sinto tão bem, tão viva. Me sinto aberta ao mundo, disposta a viver todos os tipos de sentimentos e dores, emoções e tudo o que está incluído no pacote.
Pela primeira vez em anos, eu me sinto bem em me imaginar com alguém. É algo que não me assusta mais.
É algo que me faz sorrir a cada fechar de olhos e imaginar você segurando minha mão.
Eu poderia agradecer por um bilhão de coisas à você e talvez não seria suficiente, mas o que posso dizer é:
Obrigada por me fazer sorrir depois de um dia difícil.

Postar um comentário