Travesseiro.

, , No Comments
O sentimento era entre o vazio e a exaustão de tudo-nada. 
Um sentimento sobre ter encontrado alguém que te faz sorrir e rir de si mesma e a dúvida por saber se deve seguir em frente ou não. 
Vivo na tênue entre a alegria e o pranto. Pra ser sincera, eu não sei o que acontece com meus sentimentos. Onde eles se enfiaram ou o que eles tentam me dizer. 
Passar o dia todo com alguém que te faz rir das coisas mais simples da vida e que simplesmente não cansa de ouvir tua voz. Alguém que te oferece o peito como melhor travesseiro do universo e te faz cafunés. Alguém que te faz abraçar o travesseiro e ao encostar a cabeça, imaginar o coração apaixonado ali batendo. A sinfonia, a música predileta. É tão sinfônica, que até mesmo seu coração se sincroniza ao dele e se tornam um plural. 
Tem razão, meu conceito de amor estava errado. Não era nada como eu pensava e agora estou em choque. Sim, choque. Não seu como reagir ou o que pensar. Sei que não deveria pensar e sim sentir, se entregar de vez ao sentimento. Acho que é isso que me falta. A droga da coragem. A coragem pra dizer que gosto de ouvir tua voz, que me preocupo contigo, e que quando me faz rir, me sinto diferente. Alguém melhor e até mais viva. 
Acho que não pode me ocorrer algo melhor na vida do que te conhecer. 
Algo inesperado e até mesmo engraçado de se dizer, mas esse tal destino, brincou comigo e me trouxe você. 

Postar um comentário