Confusão

, , No Comments
Era estranho como eu me sentia em relação à ele. Amiga, confidente e ao mesmo tempo tão indiferente. Sorrir, olhos brilharem e também ignorar. Querer e não querer estar junto. Um misto de sentimentos presos no coração, que não gostariam de se soltar. Confusão fora do normal.
Loucura, insanidade caminhando lado a lado com a palavra que eu estava determinada a esquecer. Mas o sorriso, o olhar, as risadas, as piadas, o abraço, a voz. Tudo isso em você me fazia pensar que eu não conseguiria seguir em frente.
E então de repente outras mãos nas suas, outros lábios sobre os seus, outro universo. Meu castelo estava desabando em cima de mim e eu assistia isso do melhor lugar. Eu sentia minhas pernas bambas, o ódio e as lágrimas tomaram lugar em meu olhar que costumava ser tão doce. Eu estava prestes a saltar da janela, largar tudo. Talvez acordando desde pesadelo, na queda, tudo melhoraria.
Como esconder o quanto amo teu sorriso e teu abraço? Como negar que meu mundo só se torna colorido com você incluso nos planos? É irônico negar te amar, se só falo de romance.
Posso mentir para todos, negar que estou mal ou admitir algo.
Tudo se foi. Apenas devo dizer adeus. O sentimento ainda permanece intacto, puro. Mas o coração a muito tempo disse adeus a esperança.
Postar um comentário