Não deixar morrer

, , No Comments
Aquela chama inicial, a fagulha chamada flerte. Que depois consequentemente evolui para a paixão e depois grandiosamente para o amor.
A chama da paixão, do que sentimos ''borboletas'' no estômago, a qual nos faz sorrir toda vez que encontramos a pessoa amada. O anseio por seu beijo e o êxtase de seu abraço. Essa chama as vezes deixamos morrer, então o relacionamento se torna desgostoso e cansativo, algo que deveria ser, hm essencial? Afinal você escolheu esta pessoa  para que praticamente dividir sua vida toda.
O tempo não apaga e nem pode desfazer um grande amor. E vai de cada um de nós não deixar morrer tal sentimento que particularmente eu acho lindo.
O fato de você olhar olhos nos olhos da pessoa e sua pupila dilatar, seu pulso elevar, e sentir ''cocegas'' na barriga.
Eu estava digamos assim, sem esperanças de amar novamente, e olhe só para mim agora, recitando poemas de amor, de paixão...
Como diria aquela típica frase "Love is in the air". E para aproveitar esse clima, fica aqui uma música que particularmente eu amo muito: O tempo não apaga de Victor e Léo.

Bom início de semana!
Postar um comentário