Ironia acreditar em contos de fadas?

, , No Comments
Maldita hora em que meu coração te avistou. Ficou todo alegre, até mesmo extasiado.
Mas como sempre era a hora errada de sentir algo. Como sempre acontece comigo, não é mesmo? Sem finais felizes, sem casamentos no final de tudo, sem aquela clássica cena de por do sol romântica.
Sim, deve haver algum defeito em mim e a frase "Não fui feita para o amor" é muito a minha cara. Ou melhor, é a definição da minha vida. Que drama hein? Não mesmo, é apenas a triste realidade. Apática realidade. Verdadeira realidade.
 Por isso prefiro viver mais em meus livros. Mergulhar de cabeça na viagem que segue em cada página.
As vezes sinto como se fosse um tipo de maldição. Sei lá, algo do gênero. Como aqueles contos infantis. Contos de fadas! Ora, mas que ironia, nunca acreditei em contos de fadas... Sempre achei fofo demais tudo aquilo para ser real.Consigo acreditar em um futuro apocalipse zumbi, ou a desolação da Terra, mas não em um final feliz cheio de flores e corações.
Sinceramente, muita 'emoção' não é meu forte; sou mais fria, mais racional. Darwin disse que o mais forte sobrevive, se adapta. Então acredito que me adaptei sem emoções, acreditei que assim seria melhor. Sem preocupações, sem joguinhos, sem corações rasgados e dilacerados.
Mas aí eu penso: escrevo sobre amor, falo sobre amor, mas no fim não conheço ele.
Sim, a realidade triste que me cerca. Talvez faça sentido a tudo aquilo que já presenciei, que já perdi, que já fui abandonada. Talvez, porque a única certeza que possuo é que não há finais felizes.
Postar um comentário