Universo paralelo

, , No Comments
E se o Lobo Mau dos contos não fosse apenas um lobo malvado e sim um lobisomem?
E a madrasta da Branca de Neve não fosse apenas má e sim uma vampira que usufruía do sangue das moças inocentes para sobreviver?
Já parou pra imaginar se tudo fosse como as lendas? Existiriam fadas, gnomos, duendes, vampiros, lobisomens, bruxas, híbridos e tudo o que mais sabemos.
Haveria mais de uma unica maneira de explicar os fatos estranhos que acontecem em nossa vida, certo?
Bem, eu já imaginei um bilhão de vezes a vida assim, de forma mágica.
Admito que a minha vida é bem mais interessante em minha mente. Muito mais.
Talvez algumas pessoas até pensem que eu tenho a imaginação fértil demais, mas e dai? Minha imaginação é fértil sim; assim como já dizia Lewis Carroll em seus livros: "Alice acreditava em seis coisas impossíveis antes do café da manhã.". Coisas. O que viriam a ser essas seis coisas aparentemente impossíveis? Criar asas e voar? Sentar na lua? Capturar o brilho de uma estrela? Parar o tempo? Será que tudo isso é impossível mesmo? O que é possível e o que não é? O que é errado ou certo sobre os sonhos? Como eu já disse, o que os sonhos sabem sobre limites? Por que nos limitamos quando podemos ser grandes, invencíveis, infinitos? Nós podemos ser quem queremos, é só não nos deixar levar por rótulos da sociedade, e muito menos limitar nossos sonhos. Porque limitar sonhos é como cortar as asas de um pássaro e impedi-lo seguir seu rumo, seu destino. E o mais importante: acreditar em si e voar alto...
Postar um comentário