Jogo de amor?

, , No Comments
Shakespeare uma vez citou que o amor nos torna mais forte e grande!
Mas com o amor ou entrega total dele, vem as consequências e as rendições.
Você ganha e também perde. É mais ou menos como apostar.
Imagine seu coração como um casino: nele há vários tipos de jogadores compulsivos e beberrões. Eles apostam alto as suas falsas declarações e corações vazios. E bebem a sua alma. Mas por quê? Porque é na sua alma que habita os sentimentos. A sua parte mais pura.
Dentre toda aquela confusão, falsidade e vácuo, surge um coração puro, disposto a se entregar de alma e espirito a você.
Mas você está cegado pela luxuria, conforto e egocentrismo.
Ele luta entre os apostadores hipócritas, tentando arduamente chegar a você. Mas você cada vez mais e mais se afasta dele e se deixa cegar pelo egocentrismo e por quem aposta mais alto em ti.
De repente ele para de lutar. Você percebe que ele parou e pensa que ele era como todos. Que só desejava usufruir do seu melhor...
Seu espirito sente uma imensa tristeza e então escorrem lágrimas em seu rosto. E quanto mais as lagrimas escorriam, mais você percebia o quanto se importava e até mais, o quanto o amava!
Então você levanta da mesa. Tira a mascara que a cegava. Começa a lutar ferozmente contra os corações negros e carregados de maldade. Você corre contra o tempo, luta contra todos. Pois você finalmente percebera que podia amar.
Mas quando você finalmente se libertou da Ilusão, quando caiu a sua venda, você se viu suja. Achou uma pequenina porta onde você só poderia passar com o necessário. Tirou tudo aquilo que trazia da Terra dos Jogos e adentrou na Terra dos Sonhos. Passeou pelo caminho de Esmeraldas e encontrou o Lago de Cristal. Banhou-se e tirou de uma vez por todas todo o peso e impureza da antiga terra.
Admirou sua beleza no lago e então com o coração, sorriu.
De longe logo avistou aquele que tinha o coração puro, correu cheia de esperança e amor em suas veias. O abraçou como se nunca mais fosse se separar dele.

Seu abraço era confortante e profundo. E ali, nos braços de seu amado ela soube que Ele verdadeiramente a amava. Como? Através de seu primeiro sorriso.
Postar um comentário