Sonhos e mais sonhos

, , No Comments
Eu estava apresentando uma peça. Pelo que me lembro era Shakespeare. Todos os meus amigos estavam na platéia. Ao fim da peça todos aplaudiram de pé, o que dava a entender que havia sido ótima.
Fui para o backstage, troquei de roupa e como era o combinado, encontrei meus amigos na festinha que estaria rolando na casa do Andrew.
Chegando lá e fui aplaudida. Fiquei até sem graça. Porque quando se está em cima de um palco, você só pensa em fazer tudo certo, em não errar ou gaguejar. Meus amigos me abraçaram e me parabenizaram. Apenas agradeci com um grande sorriso. Me sentia realizada.
Logo sentir alguém tocar meu ombro. Era Julie, ela viera me dizer que ele estava na festa. Fiquei ligeiramente feliz porque não conseguira vê-lo antes. O avistei de longe, ele veio correndo ao meu encontro me abraçou, me disse parabéns ao pé do ouvido. Logo apos isso, ele me pegou em colo e acabamos por cair no chão. Começo a rir e ele também. Ele para de rir e começa a me encarar, me olhar no fundo dos olhos como se quisesse ver minha alma, e então diz uma frase tão esquisita, que até agora estou tentando entender.
- Pare de beijar por códigos!
Eu não entendi. E logo ele se inclina e me beija. Era um beijo intenso, forte. Com muito desejo. Ele me solta então e fico estática olhando para ele. Eu não conseguira o que havia acontecido. Apenas pedi sua ajuda para levantar. O abracei. Mas quando o soltei de meus braços já não era mais meu amigo, aquele companheiro. Era Andrew.
Postar um comentário