Rio de mentiras

, , No Comments
Ela inventou seu próprio mundo, vivia dentro de sua bolha. Criava fantasias, cenários, pessoas, situações.
No começo era divertido, parecia que todos caiam em suas mentiras e histórias fantásticas...
Ela nunca se sentiu culpada ou pareceu incomodada com isso. Sua vida era frustrada, amarga. Nada lhe acontecia. Ninguém nunca a entendia segundo ela. 
Ela parecia ser um ótimo caso para se analisar sabe? Coisa de louco mesmo.
Ninguém nunca descobriu o porquê de suas mentiras e muito menos o que realmente ocorria em sua mente.
De uma hora pra outra ela piorou. Começou a inventar fatos, histórias, amigos, situações e até mesmo mortes.
Toda a sua vida era uma bola de neve sem fim. Tudo o que ela dizia não soava real.
Até mesmo seus amigos pararam de acreditar nela. A ignoravam ou simplesmente a deixavam continuar e mentir e mentir, mesmo já sabendo da verdade.
Pensaram seriamente em chamar algum especialista, pois acreditavam que ela estava doente. Pensaram em falar com seus responsáveis. Mas o que realmente adiantaria?
E se eles estivessem juntos nisso? Se simplesmente ignoravam o que ela fazia, sem pensar nas consequências?
Mas a verdade é que tudo isso me assustava e eu sabia o que ocorreria no final de tudo...

Ela se afogaria nas próprias mentiras.
Postar um comentário