Abraços...

, , No Comments

Eu estava bem pensativa ontem. Cheguei até a desabafar e pedir conselhos ao meu melhor amigo distante né Ianzinho? Bem, eu não sei ao certo o que estou sentindo. Só sei que quando o abracei meu coração disparou. Foi de zero a mil em segundos. Eu não sentia isso há séculos e ate tinha esquecido como era bom aquilo.
Eu o abracei, senti seu perfume e me senti bem ao seu lado.
Ele sempre fora meu amigo, alguém que sempre esteve ali. Digo oi, converso e tal, mas nunca tinha sentido isso em um abraço com ele...
Talvez seja loucura da minha cabeça ou eu esteja realmente me apaixonando novamente.
Meu melhor amigo, Crys, disse que fica feliz por mim e que torce pra ser mesmo paixão, amor que futuramente dê certo. Loucura não é mesmo?

O fato mais engraçado é que minha mãe sempre o achou ‘fofinho e arrumadinho’. Ta ok, eu concordava, mas não prestava atenção sabe? Olhar só por olhar e não reparar nos detalhes e tudo mais. Agora é bem ao contrario, presto atenção em cada mínimo detalhe...

Passei a noite em claro quase pensando nele. No seu jeito de ser, no seu jeito de pensar.
O mais estranho sabe o que foi? Foi minha amiga dizer: vai lá abraçar, sei que você quer.
Ela chegou a me assustar. Mas eu a ouvi e fui lá e abracei-o. E foi a melhor decisão que tomei.
Sei que ele esta passando por alguns problemas e ainda esta sofrendo por alguém que não merece se quer uma lagrima, porém dar tempo ao tempo é algo que aprendi dolorosamente, mas que valorizo muito agora.
Crys me disse para ter paciência e tudo que é bom vem com o tempo necessário para permanecer. E claro, vou esperar e ter certeza de meus sentimentos.
Afinal, o que vem fácil vai embora fácil.



                                ~ A garota de preto.



Postar um comentário